+55 (11) 3031-1619

Ezine: 04) Agosto/2016: Não me confunda com os Fatos - Pensamento Preciso

NÃO ME CONFUNDA COM OS FATOS

Eliezer Alperstein, CPA

Um dos Dezessete Princípios de Sucesso do Dr. Hill é o Pensamento Preciso.  Se você não possui a informação correta, ou se você desvirtua a informação que possui, você tomará decisões que podem, na melhor das hipóteses, levá-lo à problemas e na pior, à ruína.

Gostaria de identificar cinco elementos que podem dificultar muito as pessoas a engatarem no Pensamento Preciso.

1)    Pensamento em Grupo:  Todos em torno de você pensam da mesma forma e evitam opiniões que diferem do grupo.  Se todos tiverem que aderir à mentalidade do bloco, sérios erros de julgamento podem ser feitos.

2)    Politicamente Correto:  A sociedade possui certos padrões que tenta impor sobre todos os seus membros.  De um modo geral, isto não é de todo mal, porque sem algumas “regras básicas”, as pessoas simplesmente não conseguiriam interagir umas com as outras se causar insultos ou lesões.  O problema do politicamente correto é que existem alguns assuntos que precisam ser seriamente debatidos.  O politicamente correto encerra o debate.  Quando usado por elites políticas ou por minorias marginais que fazem com que determinado assunto seja não-debatível para impor sua agenda particular, a correção política estrangula o intercâmbio de ideias.

3)    Dissonância Cognitiva: A teoria da dissonância cognitiva, como explica a Wikipédia, adverte que as pessoas têm uma tendência a buscar consonâncias (harmonia) entre suas crenças (cognições).  Em português claro, se você acredita em “A” e alguém apresenta um fato que contradiz o princípio “A”, você pode ficar bravo ou ignorar o fato simplesmente porque não condiz com o princípio que você aceitou como irrefutável.

4)    Ego: As pessoas simplesmente odeiam estar erradas.  Se alguém pode trazer um fato que acaba com a sua opinião sobre determinado assunto, você geralmente não sente gratidão por sua opinião errônea foi trazida à luz, mas você tentará encontrar qualquer razão possível para mostrar à outra pessoa que você está certo mesmo que no fundo você saiba que está errado.

5)    Messianismo (o mecanismo mais destrutivo para o Pensamento Preciso):  A crença de que as suas opiniões, se compartilhadas com os outros, trarão a paz mundial, a tranquilidade interna e lucros enormes.  Existem muitas formas de Messianismo como:  Marxismo, Maoismo, Socialismo e toda a fora de “ismo”.  Uma vez que você se torne um crente em um tipo de “ismo”, você não só bloqueará todas as outras opiniões, mas também usará todos os meios possíveis para silenciar qualquer um que não tenha sido “iluminado”, incluindo a difamação e a mais extrema forma de silenciar; o assassinato. 

O sinal de alerta de que um destes mecanismos pode estar em funcionamento é quando você começa a sentir raiva, ressentimento, desdém, confusão ou constrangimento quando confrontado por alguém que não concorde com você ou apresente fatos que contradigam suas crenças.  Se você sente qualquer uma destas emoções, existe uma boa chance que você possa estar bloqueando os fatos ou opiniões que se forem examinados com cuidado, podem ajudá-lo a evitar decisões catastróficas. 

Os elementos acima que impedem o Pensamento Preciso existem em todos os países e culturas.  Deixe-me dar um exemplo próximo no qual todos estes elementos estão funcionando.

Aqui em Israel, o processo de “Paz” em muitos círculos é equivalente a uma nova religião.  Quando apontado a um dos muitos “crentes” que desde a assinatura dos Acordos de Oslo em setembro de 1993,  mil quatrocentos e quarenta e quatro israelenses foram assassinados em vários ataques terroristas e desde agosto de 2005 quando os israelenses foram expulsos da Faixa de Gaza, quatro mil mísseis foram lançados contra Israel a partir das mesmas áreas desocupadas, a resposta é de destituição dos fatos e hostilidade declarada.

Uma vez que todos os “crentes” andam juntos (Pensamento em Grupo), seriam condenados ao ostracismo se expressassem uma opinião diferente (o Politicamente Correto), então ignoram os fatos que estão escancarados em suas caras (Dissonância Cognitiva), geralmente tendem a acreditar quanto mais pacíficos, mais “na moda” são (Ego/Pensamento em Grupo), e acreditam com um zelo religioso que a paz está chegando (Messianismo) e se nos rendermos ainda mais, será impossível nos engajarmos em qualquer tipo de discussão racional sobre a natureza da guerra em que estamos.  É por isso que Israel continua a se engajar em um processo sem esperança, que com certeza não levará a lugar algum apesar de todos os fatos que claramente mostram que os Acordos de Oslo foram um desastre absoluto.

Esperemos que o povo do Brasil e EStados Unidos não sejam pegos nos mesmos processos de Pensamento Impreciso que já causaram tanto sofrimento para tantos israelenses durante os últimos dezenove anos.  Em alguns casos, Pensamento Preciso é a diferença entre a vida e a morte.